MERCURIAL 2000

MODELO: MERCURIAL 2000
ANO: 2000
MARCA: Nike
COR: Ferrugem
.
.
Essa é a série especial da minha página sobre Chuteiras. Se você quiser ler sobre esse conteúdo, as postagens sobre o assunto estão com a hashtag #chuteirascdf. Depois de contar sobre a história da Nike Tiempo de 1994, que é uma das mais importantes chuteiras que já existiram e também sobre a Mercurial de 1998, utilizada pelo Fenômeno na Copa daquele ano e que revolucionou tudo em termos de chuteiras, vamos em frente nessa viagem no tempo. Hoje vamos saber mais sobre a evolução do modelo Mercurial. A chuteira que vou contar agora, surgiu após a Mercurial Tiempo Light de 1998 (utilizada por Ronaldo Fenômeno na Copa de 98). .
.
Essa chuteira era uma segunda geração e seu desenvolvimento foi colocado como um Projeto Alpha da Nike, ou seja, uma série de modelos e versões diferentes dessa chuteira seria produzida e lançada, ao contrário da chuteira de 1998 que só tinha uma versão. Esse Projeto era representado por cinco pontos, que significava excelência e alto desempenho. O principal objetivo desse novo lançamento em 2000 era reduzir mais ainda o peso do calçado. Ela pesava apenas 230 gramas e a Nike dava um sinal claro de que as melhorias não iriam parar tão cedo. Com relação ao visual ela não mudou muito do primeiro desenho, mas por conta das cores acabou ganhando características únicas, principalmente na Match Mercurial R9 do Fenômeno. Na chuteira de Ronaldo, o KNG-100 (material especial utilizado) tinha uma cor próxima à do cobre (metalizada) e que escurecia conforme chegava mais próximo da região dos dedos. Realmente uma linda e inesquecível chuteira. Me lembro que nessa época, era uma chuteira objeto de desejo e sonho de consumo de todos aqueles que gostavam e praticavam futebol de campo. Foram lançados as seguintes versões desse modelo: Mercurial R9, Air Zoom Itália, Match Mercurial e Air Zoom Mercurial, essa última tinha amortecimento Air Zoom por toda a extensão do calçado, algo muito raro ao longo da história dos modelos Mercurial). Os principais craques de times como Real Madrid, Barcelona, Arsenal, Manchester United etc. utilizavam essa chuteira nos anos 2000. Saudade dessa época…. #fut

Nike Tiempo Premier 94

UMA CHUTEIRA – UMA REVOLUÇÃO – UMA VITÓRIA DA NIKE
MARCA: Nike
MODELO: Nike Tiempo Premier 94
COR: Preta Branca e Dourada
ANO: 1994
Vamos contar agora, a história de uma chuteira que teve importante papel na história do futebol. Esta icônica chuteira, teve um papel fundamental na história da Nike e marcou o início de uma agressiva incursão da empresa americana no futebol, onde ela ainda não tinha muita presença. E para essa nova investida da empresa, que era uma gigante do material esportivo mundial, nada melhor que lançar ela em seu solo natal, ou seja, na Copa do Mundo de 1994 (realizada nos Estados Unidos). Para que o interesse na marca fosse aumentado durante o evento, eles foram bem inteligentes e fecharam uma serie de contratos de patrocínio, com alguns dos melhores jogadores das principais seleções do torneio. E qual foi o resultado dessa ação? Na grande final da Copa, disputada entre Brasil e Itália, 8 dentre os 22 jogadores que entraram em campo naquela partida, estavam calçando as chuteiras tricolores (entre eles Romário e Paolo Maldini). Patrocinando a seleção masculina e feminina de futebol dos EUA, a Nike já tinha entrado no futebol e como a empresa ficou muito satisfeita com os resultados do Brasil, dois dias após a conquista do tetra, o presidente e co-fundador Phil Knight declarou interesse por parte deles em patrocinar nossa seleção. Em 2015, mais de 20 anos depois de seu lançamento, o modelo ganharia uma nova versão da Tiempo (modelo que nunca deixou de ser fabricado desde 1994). Com essa grande jogada de marketing e uma ótima estratégia, a marca agora era a fornecedora da seleção tetracampeã do mundo e tinha como garoto propaganda, ninguém menos que Ronaldo, o craque do momento. Ninguém pode negar, que esse modelo de chuteira seja um marco, literalmente. E, não por acaso, ela continua presente, com uma extensa variedade de cores e designs. Eu pessoalmente, acho este modelo utilizado em 1994, um dos mais bonitos que a Nike já fez até hoje, mesmo ela já tendo sido ultrapassada, tecnologicamente falando. Acredito que seu sucesso, tenha vindo por conta de seu desenho clássico.

CHUTEIRA MERCURIAL 

CHUTEIRA MERCURIAL
Depois de aprendermos sobre a chuteira “Tiempo” (quem não leu vai na timeline e leia porque vale a pena), vamos agora conhecer sobre a história de mais um modelo da americana Nike. Lançada em 1998, alguns anos depois da empresa ter oficializado o patrocionio da nossa seleção, eles resolveram criar um modelo novo de chuteira, que estivesse a altura da seleção mais bem sucedida do mundo. Na verdade, era também um modelo feito sob medida pensando no melhor jogador do mundo na época: Ronaldo – “Fenômeno”. O camisa 9 da seleção canarinho ficava lá, parado, esperando a bola e o momento certo de dar uma de suas incríveis arrancadas. A velocidade, a explosão e a habilidade de alternar diferentes estilos de jogo dependendo de cada situação eram suas principais armas. Por este motivos, os engenheiros da Nike resolveram se utilizar de informações coletadas em provas de atlestismo, tanto que o modelo conceito da chuteira possuía travas especiais feitas para corrida e também, total prioridade em ser o mais leve possível. O objetivo, era lançar uma chuteira com leveza sem precedentes e que servisse e encaixasse perfeitamente, com jogadores de estilo parecido com o de Ronaldo. Para alcançar tais objetivos, foi necessário abandonar algo visto até então, como algo essencial em uma chuteira: o couro. Isto mesmo, os desenvolvedores deste revolucionário modelo, optaram por substituir o couro por um material sintético, conhecido no mercado como KNG-100. Outro ponto de inovação, foi a idéia de reduzir a espessura da placa, do padrão vigente de 3 mm (usado então pelo setor), para uma espessura de 1,75mm. Ao final de todas estas mudanças, resultado de anos de estudo, a primeira versão do modelo Mercurial foi lançada no mercado em 1998. Mais de 15 versões diferentes já foram lançadas pela Nike desde então, ou seja, o modelo não só fez sucesso em 1998, mas ainda é referência hoje, em nosso futebol moderno. A mensagem que queria passar é: a Nike mudou para sempre a sensação e o visual no futebol de alta performance ao lançar este modelo. Nas próximas postagens da minha página, no tema chuteiras, iremos passar por cada um dos modelos lançados e olhar a evolução deles.