Camisa Titular Watford 1985-1988

CAMISAS HISTÓRICAS #16
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da décima sexta camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
CLUBE: Watford
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1985-1988
FABRICANTE: Umbro
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa com design clássico da Umbro e contendo diversas cores contrastantes. Ela é muito diferente das camisas mais simples e com apenas 1 ou no máximo 2 cores de hoje em dia, além de contar com um desenho praticamente exclusivo da marca inglesa
.
.
HISTÓRIA: Graças a uma combinação extremamente agressiva de cores (vermelha, verde, amarelo, verde), essa camisa do clube inglês Watford rouba demais nossa atenção. É isso mesmo galera, essa camisa foi utilizada pelo Watford (o mesmo que atualmente se encontra na Premier League) e não por um time da várzea ou de divisões inglesas regionais. Só que na visão de muitos, esse choque de cores acabou valorizando a camisa ao invés de torná-la “cafona”. Deixando a logomarca do patrocinador de fora, essa camisa é pura classe e graças a faixa preta e vermelha no peito (divididas por uma estreita linha amarela), se tornou uma prévia de camisas com desenhos mais despojados. Camisas que ainda estariam por vir mais para frente. Além disso, é uma camisa que se distingue muito das camisas dos tempos atuais, que raramente possuem mais de 2 cores. Essa camisa, é sem dúvida um ótimo exemplo de como a Umbro conseguia refletir as cores oficais de um clube em seu conjunto de uniforme. Embora nos últimos anos tenhamos visto camisas bem simples (apenas amarelas com detalhes em preto) utilizadas pelo Watford, eu ainda acho que o vermelho (utilizado mais durante a década de 80) era o “toque especial” dos uniformes deles. Algo que dá ainda mais “glamour” a essa camisa, é o fato da gola e das extremidades das mangas serem da mesma cor da camisa. Para muitos, o logo do patrocinador bem grande, em verde e no centro da camisa, foi “exagerado” e “desnecessário”, mas o fato é que a camisa foi um sucesso de vendas

Brighton & Hove Albion 1985-1987

CAMISAS HISTÓRICAS #15
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da décima quinta camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
CLUBE: Brighton & Hove Albion
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1985-1987
FABRICANTE: Adidas
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Era comum na época camisas contendo desenhos simétricos. Esse modelo utilizado pelo clube inglês com desenho inovador e produzido pela Adidas, realmente se destacou demais por sair desse “padrão” .
.
.
HISTÓRIA: Parece que a Adidas sempre produziu as camisas mais inovadoras e chamativas para o continente europeu (mas ate aí nada demais exatamente por ela ser uma marca alemã). Basta olharmos as marcas hoje em dia mesmo e compararmos os desenhos mais sofisticados e com incrementos de detalhes da Adidas, versus camisas lisas, simples e sem estampas da Nike. Há 30 anos atrás, um pequeno clube da costa sul da Inglaterra ganhou bastante atenção por essa camisa aqui. Hoje em dia o Brighton para a felicidade de seus torcedores está na Premier League, mas em 1985 o clube estava onde mais esteve em sua vida, ou seja, na segundona. Naquela época, esse modelo de camisa da Adidas desenhado para o Brighton era exclusiva na Europa. Nenhum outro clube tinha uma camisa tão arrojada e tão “diferente” quanto o pequeno clube inglês. Por mais antiga que ela seja, nos dias de hoje não seria estranho termos um clube vestindo uma camisa parecida com esse design. A gola em “V” mantinha o mesmo padrão da versão utilizada na temporada anterior, mas tinha o acréscimo da cor vermelha, que agora se juntava às cores azul e branca. O principal elemento visual da camisa eram os três painéis horizontais através da região dos ombros, que andavam em paralelo com uma série de listras horizontais que ficavam em uma região mais abaixo. Além dessa quebra de proporção das linhas, a camisa também ganhava destaque pois conseguia manter as logomarcas da Adidas e o escudo do clube no centro da camisa sob um fundo liso, o que dava mais contraste e destaque.

França 1980-1984

CAMISAS HISTÓRICAS #14
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da décima quarta camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: França 🇫🇷
MODELO: Camisa Titular Seleção
ANO: 1980-1984
FABRICANTE: Adidas
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa usada por uma das melhores gerações da história do futebol francês e também uma camisa clássica da “era das camisas listradas”. .
.
HISTÓRIA: Essa é a segunda camisa francesa a entrar em nosso acervo e esse modelo consegue simplismente superar aquele tanto em importância quanto em beleza. Essa camisa titular francesa foi utilizada quando a França tinha uma das seleções mais fortes de sua história (Michel Platini, Jean Tigana e Dominque Rochteau). Desenhos de camisas com listras na vertical já eram relativamente comuns na Europa durante o início da década de 80. Naquela época fazia pouco tempo que a Adidas tinha adentrado com os dois pés no mundo do futebol, mas mesmo em pouco tempo já estavam explodindo e fazendo um enorme sucesso com seus desenhos inovadores. E o que essa camisa tem de tão especial? Uma palavra – riscas. As listras na vertical com riscos intercalando elas, só chegariam no Reino Unido no ano seguinte ao lançamento dessa camisa francesa. Além do que, ter essas riscas coloridas e indo até a gola era muita inovação para ser absorvida de modo tão rápido. As camisas duplamente listradas já haviam sido utilizadas no futebol inglês, mas nunca “pegaram”. Outro elemento chave que fez essa camisa ficar tão famosa, foi a inserção de um paínel branco logo abaixo da gola (somente na versão com mangas compridas). As 3 listras da Adidas, as cores tradicionais da seleção francesa, o paínel branco, o galo dourado (símbolo da Federação Francesa), o antigo logo da Adidas sem nenhum texto e o estilo mais “apertado” dessa camisa fizeram ela se tornar um verdadeiro ícone para apreciadores e colecionadores. Essa camisa original é encontrada na internet à venda por mais de R$ 1.500,00. A partir de 82 removeram o paínel por conta do calor espanhol.

Camisa EUA 1992-1994

CAMISAS HISTÓRICAS #13
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da décima terceira camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Estados Unidos 🇺🇸
MODELO: Camisa Titular Seleção
ANO: 1992-1994
FABRICANTE: Adidas
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Depois de 20 anos, foi uma das primeiras camisas contendo o novo logo a Adidas, além de apresentar desenho “agressivo” e inovador. .
.
HISTÓRIA: No final de 1991, uma das mudanças mais drásticas no desenho das camisas de futebol aconteceu. A Adidas, que tinha um logo composto por três folhas cortadas horizontalmente por três linhas, acabava de lançar seu novo logo. Do nada, da noite para o dia, a empresa alemã chocou muitas pessoas ao apresentar o novo logo, que não possuía nenhum dos dois elementos de seu antecessor. A implementação desse novo logo em cima de uma camisa “praticamente” toda branca, impressionou bastante o mercado das empresas concorrentes e fâs do esporte espalhados pelo mundo. Na temporada 1991-92 a Adidas já dava indício dessa mudança com a camisa do Liverpool, que tinha praticamente o mesmo desenho da camisa da seleção norte-americana. Essa mudança chamou mais a atenção nessa versão, principalmente pelo contraste das cores azul e vermelha em cima do branco. A idéia da marca alemã era colocar as três faixas do logo na região de apenas um lado dos ombros, algo bastante inovador e diferente na época. Outra mudança era a inserção do novo logo da Adidas na parte central da camisa, logo abaixo da gola e na cor preta. Para muitos essa camisa é maravilhosa principalmente por ser tão distinta da maioria dos outros modelos ao longo da história, para outros ela se destaca acima de tudo, por ser uma camisa que transmite o forte sentimento de patriotismo que os norte-americanos possuem. O escudo da seleção na camisa não agradou muitos americanos, mas ainda sim é um escudo simples e funcional, que não chegou a tirar o foco do tão controverso desenho. Em 1993, foi utilizando essa camisa que a seleção dos EUA venceram a Inglaterra.

Camisas – Bilbao 2011-12

CAMISAS HISTÓRICAS #12
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da décima segunda camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Espanha 🇪🇸
MODELO: Camisa Reserva
ANO: 2011-2012
FABRICANTE: Umbro
CLUBE: Atlético de Bilbao
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa lançada na era de ouro da Umbro. Foi um sucesso absoluto de vendas na história do clube espanhol. .
.
HISTÓRIA: Essa camisa reserva do Atlético de Bilbao é uma das camisas mais icônicas da história da Umbro. Ela foi sucesso absoluto de vendas, do minuto que foi lançada até ser substituída pelo próximo modelo e até hoje é super valorizada no mercado de colecionadores. Na verdade, não é muito fácil encontrar pessoas que estejam dispostas a vender essa camisa em bom estado e se por acaso encontrar, então certamente ela não será muito barata. Naquela época era “moda” camisas de futebol com faixas na região do peito e essa foi uma das camisas da Umbro que mais chamaram a atenção. As cores vermelha e branca sob o fundo verde, eram uma clara homenagem à bandeira do País Basco. A combinação dessas três cores também pode facilmente fazer a gente se lembrar do período natalino. O mesmo desenho dessa camisa foi utilizado pelo clube escocês Rangers (com a combinação de cores da bandeira da União Britânica), na última temporada antes de decretarem falência. Na temporada 2011-12, o Atlético de Bilbao fez uma campanha excelente na Europa League e acabou sendo vice-campeão depois de perder a final para o Atlético de Madrid. O jogo mais marcante deles havia sido contra o Manchester United nas oitavas de final, quando usando exatamente essa camisa, além de calções e mais na cor preta, venceram os Diabos Vermelhos em pleno Old Trafford por 3 a 2. Essa camisa da Umbro continha alguns detalhes, como por exemplo: “Tailored by Umbro” e detalhes na cor da camisa dentro da gola. Essa é sem dúvida a camisa reserva mais bem sucedida da história do Atlético uma camisa que certamente está no guarda roupa dos torcedores mais fanáticos do clube espanhol

Camisas – Birmingham 1972-74

CAMISAS HISTÓRICAS #11
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da décima primeira camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
MODELO: Terceira camisa
ANO: 1972-1974
FABRICANTE: Umbro
CLUBE: Birmingham
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Demonstração clara de como no passado as terceiras camisas já eram um “show à parte” em termos de desenhos e cores.
.
.
HISTÓRIA: Esse negócio de “terceira camisa” já é considerado um fenômeno no mundo inteiro. Graças a invenção do terceiro uniforme, cada vez mais os clubes espalhados pelo planeta criam uniformes que fogem de suas tradições em desenhos e cores. Antes de se tornar uma arma de marketing, a ideia nasceu da necessidade de se ter um terceiro uniforme caso os dois primeiros entrassem em conflito (por conta da proximidade das cores). Muitos pensam que a terceira camisa é algo moderno, mas se você olhar bem através da história vai encontrar diversos exemplos utilizados por clubes várias décadas atrás. Um destes exemplos é essa terceira camisa do clube inglês da cidade de Birmingham: o Birmingham City, utilizada de 1972 até 1974. A camisa é composta de cores presentes na bandeira da Alemanha Ocidental (amarela, vermelha e preta). Mas não se engane: essa não era por exemplo, uma camisa vermelha com uma faixa preta e outra amarela. Essa era uma camisa dividida igualitariamente em três partes: amarelo na esquerda, preto na direita e vermelho no meio, ou seja, cada cor correspondia a 1/3 da área da camisa. Não existe um motivo provado do porque essa camisa foi criada, o que existem são teorias e a mais provável é que ela foi lançada por conta de uma pré-temporada que o Birmingham fez na Alemanha Ocidental, em 1972. Essa teoria sendo verdade ou não, o fato é que essa camisa foi parar no vestiário deles. A terceira camisa foi utilizada várias vezes dentro de um período de 2 anos, inclusive em jogos contra o Tottenham, West Bromwich e QPR. A Umbro foi ousada nessa camisa, algo que infelizmente não vemos mais hoje em dia.

Camisas – Arsenal 2005-06

CAMISAS HISTÓRICAS #10
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da décima camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
MODELO: Camisa titular
ANO: 2005-06
FABRICANTE: Nike
CLUBE: Arsenal
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa criada pela Nike em homenagem à última temporada disputada no Highbury Stadium. Foi inspirada na camisa da temporada de 1913/14. .
.
HISTÓRIA: Quando um fornecedor esportivo muda radicalmente a camisa usada tradicionalmente por um clube de futebol, ela com certeza tem um belo motivo por trás, ou então têm muita confiança de que ela será extremamente popular. As vezes, ambos motivos juntos. Se ela falhar em dar aos fãs daquele clube o que eles querem e esperam, isso vai resultar em enorme rejeição e as consequências podem ser catastróficas. Existem vários exemplos de fracasso dos fornecedores ao longo da história, mas também existem os de sucesso, como é o caso desta camisa. Tudo começou quando a Nike resolvou criar uma camisa única para a despedida do clube de seu lendário estádio: o Highbury. A ideia foi pegar fotos do modelo usado na primeira temporada do Highbury e lançar uma camisa em homenagem à aquela utilizada em 1913/14. As fotos mostravam que a cor do vermelho era muito mais escura, então a Nike tratou logo de anunciar ao mundo as novas camisas dos Gunners. O problema é que todo esse episódio aconteceu por conta de um grande equívoco da marca norte-americana: a fotografia original que serviu de inspiração não retratava de forma fidedigna a cor da camisa do clube inglês. Naquela época o processo de revelação das fotografias ainda era bem limitado e isso fez a camisa parecer mais escura nas fotos. Por mais embaraçoso que isso possa ter sido para a Nike, o fato é que a camisa foi um tremendo sucesso, ou seja, um daqueles erros que acabam dando certo. É uma camisa sem frescuras, sem faixas e sem nenhum desenho. Uma camisa realmente retrô, bem simples e clássica, como naquela época. Embaixo do escudo “Highbury 1913-2006”.

Camisas – Norwich City 2004-06

CAMISAS HISTÓRICAS #9
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da nona camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
MODELO: Camisa reserva
ANO: 2004-06
FABRICANTE: Xara
CLUBE: Norwich City FC
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa reserva da temporada em que o clube inglês retornava a Premier League depois de 9 anos de ausência.
.
.
HISTÓRIA: O Norwich City FC, assim como seus clubes compatriotas (do mesmo calibre) Watford, Hull City e Wolverhampton, na maioria das vezes não possuem necessidade de utilização de seus uniformes reservas. Por quê não? Simplesmente porque é muito raro na Premier League termos um confronto entre dois clubes (entre os de menor expressão), que possuam as mesmas cores primárias, às vezes sequer temos um em toda a temporada. Mas esse fato nunca impediu as fabricantes de material esportivo de produzirem as tais “camisas reservas”. O que aconteceu foi que as camisas reservas desses times eram cada vez mais sem graça em comparação com as titulares. Mas isso mudou em 2004, com o lançamento desse modelo pela Xara. O Norwich estava voltando a elite do futebol inglês depois de 9 anos, então a expectativa no número de camisas que seriam vendidas era bem alto. Essa camisa combina a tendência da metade dos anos 2000 de assimetria no desenho e medidas, com um logo bem discreto da Xara colocado na parte superior da camisa de propósito, para garantir que a marca saísse em todas as fotos de perfil dos jogadores (decisão estratégica de marketing muito boa por sinal). Acho que o fato do logo do clube e da marca de carros Lotus, estarem bem centralizados na camisa deu um ar de mais “modernidade” na camisa. O elemento de maior sucesso dessa camisa e das camisas do Norwich em geral, são as cores verde e amarelo, que contrastam muito bem.
Muitas vezes as camisas reservas do Norwich eram com a cor branca ou vermelha e os fãs sempre questionaram essa escolha, já que a cor secundária oficial do clube é a verde. Linda camisa!

Camisas – Corinthians 2010

CAMISAS HISTÓRICAS #8
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da oitava camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Brasil 🇧🇷
MODELO: Camisa titular
ANO: 2010
FABRICANTE: Nike
CLUBE: S.C Corinthians Paulista
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa comemorativa do centenário. .
.
HISTÓRIA:
O Corinthians é um dos maiores clubes do futebol brasileiro e conta com uma história que se iniciou em 1910. O clube foi fundado por 5 operários ferroviários e ao longo da sua história quase sempre utilizou uniformes brancos com detalhes (faixas e outros desenhos) na cor preta. O escudo do Corinthians contém 2 remos que se cruzam e uma âncora. Como vocês podem constatar ao olhar a foto, esta camisa não segue as tradições de utilização das cores branco e preto e isso se deve ao fato dela ser uma edição especial em comemoração aos 100 anos de vida do clube. Portanto, esta camisa utiliza cores parecidas com as utilizadas pelo timão em 1910. Naquela época, a camisa tinha uma cor “creme” que ia sumindo dela conforme as lavagens iam sendo feitas. Isso gerou um problema, pois como a cor das camisas iam desbotando, eles tinham que comprar novas camisas com bastante frequência. Para resolver esta questão, o clube resolveu tomar a pragmática decisão de adotar a cor branca. Esta camisa se torna uma das mais especiais, pois apesar de captar a essência do passado corinthiano (cor creme), ela também representa a modernidade (listras verticais). Se você olhar a camisa bem de perto, vai perceber que as faixas possuem um efeito de sombreamento (degradê) alternado, ou seja, uma faixa começa clara e fica mais escura, enquanto a próxima começa escura e vai ficando mais clara. A camisa possuí o antigo escudo, com os anos 1910 e 2010 bordados, além do número “100” que fica na parte externa do escudo. O preto, cor tradicional do clube, se faz presente nos patrocinadores estampados. A camisa centenária do Corinthians merece seu lugar em nosso acervo, pois é a mistura perfeita entre tradicionalismo e modernismo

Camisas – Cork City 1989-91

CAMISAS HISTÓRICAS #7
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . .#camisascdf
.
.
PAÍS: Irlanda 🇮🇪
MODELO: Camisa titular do Cork City F.C
ANO: 1989-91
FABRICANTE: ADIDAS
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa utilizada na primeira grande final que o Cork City disputou na Irlanda: final da Copa FAI de 1989
.
.
O Cork City é o décimo clube mais bem sucedido da Irlanda e é tricampeão nacional. É um clube bem recente, fundado em 1984. As cores oficiais, verde e branco, refletem as tradicionais cores da Associação de Futebol de Cork. Desde a sua fundação também utilizam a cor vermelha em seus uniformes, pois o vermelho é a cor da Associação Atlética Gaélica do condado de Cork. Pelo mundo todo, os uniformes costumam manter as cores tradicionais e também desenhos bastante similares ano após ano. Com o Cork City as coisas não costumam ser assim, já que em seus 34 anos de existência o clube irlandês teve diversos uniformes diferentes uns dos outros. Quando o clube foi fundado em 84, utilizavam um uniforme muito similar ao Adidas do Queens Park Rangers, mas obviamente com o verde substituído o azul. Pelas próximas 5 temporadas, cinco diferentes variações de estilos foram utilizadas, todas criadas de forma exclusiva pela Adidas, ou seja, nenhum outro clube utilizava o mesmo desenho de uniforme que o Cork City naqueles 5 anos. O motivo para esta tal “exlusividade” se dava, pelo fato de uma grande firma irlandesa de artigos esportivos (que operava sob a licença da Adidas) estar sediada bem na cidade. Em 89, o Cork chegava a sua primeira grande final (Copa da Irlanda) e usando esta camisa, acabou perdendo a chance de conquistar seu primeiro grande título. A camisa era inspirada nos traços da usada pela seleção alemã de 88, com as linhas posicionadas mais acima do peito e também sendo mais finas, o que criava espaço para patrocinadores. Hoje o clube usa o verde como cor principal do uniforme, mas muitos torcedores acham que a cor deveria ser branca. Talvez seja por isso, que gostem ainda mais desta camisa.