Camisas – Arsenal 2005-06

CAMISAS HISTÓRICAS #10
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da décima camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
MODELO: Camisa titular
ANO: 2005-06
FABRICANTE: Nike
CLUBE: Arsenal
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa criada pela Nike em homenagem à última temporada disputada no Highbury Stadium. Foi inspirada na camisa da temporada de 1913/14. .
.
HISTÓRIA: Quando um fornecedor esportivo muda radicalmente a camisa usada tradicionalmente por um clube de futebol, ela com certeza tem um belo motivo por trás, ou então têm muita confiança de que ela será extremamente popular. As vezes, ambos motivos juntos. Se ela falhar em dar aos fãs daquele clube o que eles querem e esperam, isso vai resultar em enorme rejeição e as consequências podem ser catastróficas. Existem vários exemplos de fracasso dos fornecedores ao longo da história, mas também existem os de sucesso, como é o caso desta camisa. Tudo começou quando a Nike resolvou criar uma camisa única para a despedida do clube de seu lendário estádio: o Highbury. A ideia foi pegar fotos do modelo usado na primeira temporada do Highbury e lançar uma camisa em homenagem à aquela utilizada em 1913/14. As fotos mostravam que a cor do vermelho era muito mais escura, então a Nike tratou logo de anunciar ao mundo as novas camisas dos Gunners. O problema é que todo esse episódio aconteceu por conta de um grande equívoco da marca norte-americana: a fotografia original que serviu de inspiração não retratava de forma fidedigna a cor da camisa do clube inglês. Naquela época o processo de revelação das fotografias ainda era bem limitado e isso fez a camisa parecer mais escura nas fotos. Por mais embaraçoso que isso possa ter sido para a Nike, o fato é que a camisa foi um tremendo sucesso, ou seja, um daqueles erros que acabam dando certo. É uma camisa sem frescuras, sem faixas e sem nenhum desenho. Uma camisa realmente retrô, bem simples e clássica, como naquela época. Embaixo do escudo “Highbury 1913-2006”.

Camisas – Norwich City 2004-06

CAMISAS HISTÓRICAS #9
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da nona camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
MODELO: Camisa reserva
ANO: 2004-06
FABRICANTE: Xara
CLUBE: Norwich City FC
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa reserva da temporada em que o clube inglês retornava a Premier League depois de 9 anos de ausência.
.
.
HISTÓRIA: O Norwich City FC, assim como seus clubes compatriotas (do mesmo calibre) Watford, Hull City e Wolverhampton, na maioria das vezes não possuem necessidade de utilização de seus uniformes reservas. Por quê não? Simplesmente porque é muito raro na Premier League termos um confronto entre dois clubes (entre os de menor expressão), que possuam as mesmas cores primárias, às vezes sequer temos um em toda a temporada. Mas esse fato nunca impediu as fabricantes de material esportivo de produzirem as tais “camisas reservas”. O que aconteceu foi que as camisas reservas desses times eram cada vez mais sem graça em comparação com as titulares. Mas isso mudou em 2004, com o lançamento desse modelo pela Xara. O Norwich estava voltando a elite do futebol inglês depois de 9 anos, então a expectativa no número de camisas que seriam vendidas era bem alto. Essa camisa combina a tendência da metade dos anos 2000 de assimetria no desenho e medidas, com um logo bem discreto da Xara colocado na parte superior da camisa de propósito, para garantir que a marca saísse em todas as fotos de perfil dos jogadores (decisão estratégica de marketing muito boa por sinal). Acho que o fato do logo do clube e da marca de carros Lotus, estarem bem centralizados na camisa deu um ar de mais “modernidade” na camisa. O elemento de maior sucesso dessa camisa e das camisas do Norwich em geral, são as cores verde e amarelo, que contrastam muito bem.
Muitas vezes as camisas reservas do Norwich eram com a cor branca ou vermelha e os fãs sempre questionaram essa escolha, já que a cor secundária oficial do clube é a verde. Linda camisa!

Camisas – Corinthians 2010

CAMISAS HISTÓRICAS #8
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da oitava camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Brasil 🇧🇷
MODELO: Camisa titular
ANO: 2010
FABRICANTE: Nike
CLUBE: S.C Corinthians Paulista
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa comemorativa do centenário. .
.
HISTÓRIA:
O Corinthians é um dos maiores clubes do futebol brasileiro e conta com uma história que se iniciou em 1910. O clube foi fundado por 5 operários ferroviários e ao longo da sua história quase sempre utilizou uniformes brancos com detalhes (faixas e outros desenhos) na cor preta. O escudo do Corinthians contém 2 remos que se cruzam e uma âncora. Como vocês podem constatar ao olhar a foto, esta camisa não segue as tradições de utilização das cores branco e preto e isso se deve ao fato dela ser uma edição especial em comemoração aos 100 anos de vida do clube. Portanto, esta camisa utiliza cores parecidas com as utilizadas pelo timão em 1910. Naquela época, a camisa tinha uma cor “creme” que ia sumindo dela conforme as lavagens iam sendo feitas. Isso gerou um problema, pois como a cor das camisas iam desbotando, eles tinham que comprar novas camisas com bastante frequência. Para resolver esta questão, o clube resolveu tomar a pragmática decisão de adotar a cor branca. Esta camisa se torna uma das mais especiais, pois apesar de captar a essência do passado corinthiano (cor creme), ela também representa a modernidade (listras verticais). Se você olhar a camisa bem de perto, vai perceber que as faixas possuem um efeito de sombreamento (degradê) alternado, ou seja, uma faixa começa clara e fica mais escura, enquanto a próxima começa escura e vai ficando mais clara. A camisa possuí o antigo escudo, com os anos 1910 e 2010 bordados, além do número “100” que fica na parte externa do escudo. O preto, cor tradicional do clube, se faz presente nos patrocinadores estampados. A camisa centenária do Corinthians merece seu lugar em nosso acervo, pois é a mistura perfeita entre tradicionalismo e modernismo

Camisas – Cork City 1989-91

CAMISAS HISTÓRICAS #7
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . .#camisascdf
.
.
PAÍS: Irlanda 🇮🇪
MODELO: Camisa titular do Cork City F.C
ANO: 1989-91
FABRICANTE: ADIDAS
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa utilizada na primeira grande final que o Cork City disputou na Irlanda: final da Copa FAI de 1989
.
.
O Cork City é o décimo clube mais bem sucedido da Irlanda e é tricampeão nacional. É um clube bem recente, fundado em 1984. As cores oficiais, verde e branco, refletem as tradicionais cores da Associação de Futebol de Cork. Desde a sua fundação também utilizam a cor vermelha em seus uniformes, pois o vermelho é a cor da Associação Atlética Gaélica do condado de Cork. Pelo mundo todo, os uniformes costumam manter as cores tradicionais e também desenhos bastante similares ano após ano. Com o Cork City as coisas não costumam ser assim, já que em seus 34 anos de existência o clube irlandês teve diversos uniformes diferentes uns dos outros. Quando o clube foi fundado em 84, utilizavam um uniforme muito similar ao Adidas do Queens Park Rangers, mas obviamente com o verde substituído o azul. Pelas próximas 5 temporadas, cinco diferentes variações de estilos foram utilizadas, todas criadas de forma exclusiva pela Adidas, ou seja, nenhum outro clube utilizava o mesmo desenho de uniforme que o Cork City naqueles 5 anos. O motivo para esta tal “exlusividade” se dava, pelo fato de uma grande firma irlandesa de artigos esportivos (que operava sob a licença da Adidas) estar sediada bem na cidade. Em 89, o Cork chegava a sua primeira grande final (Copa da Irlanda) e usando esta camisa, acabou perdendo a chance de conquistar seu primeiro grande título. A camisa era inspirada nos traços da usada pela seleção alemã de 88, com as linhas posicionadas mais acima do peito e também sendo mais finas, o que criava espaço para patrocinadores. Hoje o clube usa o verde como cor principal do uniforme, mas muitos torcedores acham que a cor deveria ser branca. Talvez seja por isso, que gostem ainda mais desta camisa.

Camisas – França 2009-10

CAMISAS HISTÓRICAS #6
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . .
PAÍS: França 🇫🇷
MODELO: Camisa Seleção Titular
ANO: 2009-10
FABRICANTE: ADIDAS
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Primeiro novo modelo de camisa feita pela Adidas, com a inserção de uma nova tecnologia chamada Techfit
.
.

HISTÓRIA: Esta linda camisa utilizada pela seleção francesa, marcou o início de uma nova era para os modelos da Adidas. A empresa alemã, resolvou implementar a tecnologia “Techfit” (que era utilizada apenas em roupas íntimas até então), nas camisas de futebol. Demorou para a “moda dos tecidos tecnológicos ” pegar, mas quando ela engrenou, a Adidas sabia que tinha acertado na decisão. Em 2010, a Umbro também estava lançando uma tecnologia similar, na camisa reserva da seleção inglesa. O princípio desta tecnologia, se beseia na fabricação de um tecido de base, que fica muito próximo a pele e além de dar apoio muscular, permite que o suor seja expelido da camisa, por absorção ou evaporação, de modo muito mais rápido que em relação a tecnologias anteriores. A vantagem de se utilizar o novo modelo da Adidas, podia ser sentida no peso das camisas durante a partida. Esta foi a camisa utilizada nos jogos da repescagem para a Copa do Mundo de 2010, onde a França acabou eliminado a Irlanda e garantindo a classificação no jogo de volta, após gol originado por toque de mão de Henry (gol que deu muita polêmica inclusive). A quem diga, que a nova tecnologia baseada também em conceitos de aerodinâmica (parecida com a que a adidas desenvolve para ciclistas profissionais), facilitou o movimento de Henry que resultou no gol. Logo depois da França, várias outras seleções que tinham contrato com a Adidas, apresentaram suas novas versões de camisas Techfit, mas nenhuma conseguiu atingir o sucesso desta versão e muito disso, porque foi a segunda vez na história que a Adidas modernizava a camisa da seleção francesa. O novo design de listras no abdômen, dava uma aparência mais moderna. Anos depois a França trocaria a Adidas pela Nike.

Camisas – Pumas 2014-15

CAMISAS HISTÓRICAS #5
Nossa página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* .
.
.
PAÍS: MÉXICO 🇲🇽
CLUBE: Pumas
TEMPORADA: 2014-15
FABRICANTE: NIKE
PATROCINADOR: Banamex (Grupo financeiro – Segundo maior banco do México – Dono do Banco Nacional do México – Citibanamex)
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa utilizada na temporada em que o clube comemorava seu aniversário de 60 anos. Primeiro modelo feito pela Nike, após fechamento de patrocínio. .
.
HISTÓRIA: O clube de Futebol Universidade Nacional, ou Pumas como é conhecido, é o clube de futebol oficial que representa a Universidade Nacional Autônoma do México, UNAM. Está entre os clubes mais populares e bem sucedidos do país, sendo que já conquistaram sete campeonatos nacionais da primeira divisão. Este time, pode não ser tão conhecido mundialmente, porém possuí uma das camisas de futebol mais reconhecidas do planeta. O famoso rosto estilizado de um Puma, que aparece a muitos e muitos anos nos uniformes do clube, sempre enorme e ocupando a maior parte do espaço da camisa, não deixam dúvidas em seus adversários sobre quem eles estão enfrentando. O perigo de utilizar sempre o mesmo estilo de desenho na camisa, é que devido as semelhanças, o modelo de uma temporada pode acabar sendo totalmente esquecido quando um novo é lançado. A Nike no entanto, fez um trabalho extremamente bem feito e com certeza este modelo não será esquecido pelos fãs do clube tão cedo. De 2009 a 2013, os uniformes eram fornecidos pela empresa alemã que carrega o mesmo nome. Porém a Nike acertou um contrato milionário com os mexicanos e ficou responsável por fazer o uniforme de homenagem aos 60 anos do clube. Esta camisa, ao contrário da maioria das camisas utilizadas ao longo da história do Pumas, não tinha contrastes de cor (exceto o símbolo da Nike/patrocinadores) na gola e nas mangas, além de ter o rosto do Puma, em azul marinho, somente em seu contorno (nas versões anteriores, o rosto era sempre contrastado). Até o simbolo na Universidade (ombro direito) ficou transparente.

Camisas – Alemanha Reserva 1991

CAMISAS HISTÓRICAS #4
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* . Vamos agora, para a história da quarta camisa: .
.
PAÍS: Alemanha 🇩🇪
MODELO: Camisa reserva
ANO: 1991
FABRICANTE: ADIDAS
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Primeiro novo modelo, de camisa reserva da seleção alemã, pós queda do muro de Berlim. Foi utilizada durante amistoso, em 1991, contra a Inglaterra. .
.
HISTÓRIA: São pouquíssimas camisas de futebol, que possuem 5 cores distintas e ao mesmo tempo, são admiradas pelas pessoas por sua beleza.
O estilo/desenho desta linda camisa vai ser familiar para a maioria, já que ele foi utilizado pela seleção alemã por praticamente 4 anos, entre 1988 e 1991. Isto significa, que foi com o modelo na cor branca (titular), que eles levantaram o troféu na Copa do Mundo de 90. O motivo desta versão do modelo, ser tão importante e chamar muito a nossa atenção, se dá pois este foi o primeiro novo desenho (da camisa reserva) na cor verde, pós queda do muro de Berlim. Basicamente, ela seguia as mesmas linhas da camisa titular, que já vinha sendo utilizada há 3 anos pela seleção, com a diferença que o branco havia sido substituído pelo verde e as faixas da Adidas que eram na cor preta, se tornavam brancas na versão reserva. É na minha opinião, junto com a camisa da Dinamáquina de 86 (já postada na minha página, para quem não viu vale a pena achar este post) e algumas outras que ainda irei mostrar, uma das camisas mais bonitas de toda a história do futebol. Depois, em outra postagem vou explicar a razão pela qual a Alemanha utilizava uniformes de visitantes na cor verde. Esta camisa, não possuí histórias relevantes em relação a partidas importantes que a seleção disputou e por isso, o jogo mais significafivo dela foi um simples amistoso contra os ingleses em 91. Esta camisa verde com a bandeira da Alemanha, fez tanto sucesso que eles mantiveram a idéia e os próximos 2 modelos, também foram na cor verde junto com as cores da bandeira nacional. .
.
#deutschland #german #seleçãoalemã#alemanha #germany

Camisas – Hull City 2007-08

CAMISAS HISTÓRICAS #3
Nossa página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* .
.
.
PAÍS: INGLATERRA
CLUBE: HULL CITY
TEMPORADA: 2007-08
FABRICANTE: UMBRO
PATROCINADOR: KAROO (Empresa britânica de telecomunicações- KCOM GROUP)
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa utilizada na campanha que levou o clube a primeira divisão inglesa (Premier League)
.
.
HISTÓRIA: Esta linda camisa amarela e preta, possuí um enorme significado para todos os fãs e admiradores do clube Hull City Association Football Club. Foi com ela, que na temporada 2007-08, o clube do norte da Inglaterra conseguiu alcançar a divisão de elite, a Premier League, pela primeira vez em toda sua história. De 2004 a 2006, quem fornecia o material esportivo do clube era a Diadora, mas no começo de 2007 o contrato com eles acabou e o Hull City, acabou optando por não renovar. No mesmo ano, acabaram fechando um contrato de 3 anos com a inglesa Umbro e com um novo patrocinador master: a Kingston Comunicações (Karoo) – uma empresa inglesa de capital aberto no ramo de telecomunicações. O uniforme completo, ainda incluía calções e meias na cor preta. No primeiro jogo da história do clube, no estádio de Wembley, esta era a camisa que eles utilizaram. Depois de um duro campeonato, no turno e returno, terminaram em terceiro lugar, venceram a semi-final dos playoffs contra o Watford, em jogo de ida e volta (6-1 no agregado) e finalmente garantiram o acesso ao vencerem o Bristol City por 1 a 0, dentro do Wembley. O resultado foi muito comemorado, já que a cinco temporadas atrás eles estavam na quarta divisão e agora chegavam a elite do futebol inglês. Reparem como o logo da Umbro, fica em uma região mais elevada da camisa que o usual. Isto foi feito de propósito, para que a marca inglesa aparecesse na TV quando os jogadores fossem realizar entrevistas em campo, antes e depois da partida.
#hullcity #tigers #hullcityafc #hull #england#premierleague #soccerkits#camisasclassicas #camisasdefutebol##camisadefutebol #futebol

Camisas – Holanda 1996

CAMISAS HISTÓRICAS #2
Nossa página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas, nessa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* .
.
SELEÇÃO: HOLANDA 🇳🇱
ANO: 1996
FABRICANTE: LOTTO
.
.
HISTÓRIA: Esta camisa tem lugar garantido em nossa página, muito mais pelo seu papel inovador e por ser bem arrojada, do que pelo fato de ser da Holanda ou por alguma conquista de título importante. Fabricada pela italiana Lotto, utilizada pela seleção holandesa durante o ano de 1996, importantes e mundialmente conhecidos jogadores, tiveram a honra de vesti-lá. Edwin van der sar, Danny Blind, Seedorf, Jaap Stam, Edgar Davids, Kluivert e o mito Bergkamp, estão entre eles. Quando foi lançada em 1996, muitos a criticaram por “parecer muito com o último modelo”, porém a verdade é que de fato, não haviam muitas mudanças no design e cores da camisa. O que havia, eram significativas mudanças técnicas e tecnológicas sobre a versão utilizada pela Holanda na Copa do Mundo de 1994, disputada nos Estados Unidos e a versão utilizada durante as eliminatórias da Eurocopa de 96. Havia muita expectativa para a Holanda na Euro de 96 (disputada na Inglaterra), já que a seleção de Guus Hiddink contava com excelente elenco. Na fase de grupos, se classificaram em segundo lugar no grupo A (Inglaterra, Holanda, Suiça e Escócia) e acabaram não se recuperando da goleada sofrida pelos mandantes por 4 a 1. Foram eliminados pelos franceses nos pênaltis (fase de quartas de final) e acabaram decepcionando seu país e a fabricante italiana Lotto, que havia investido muito no novo uniforme. Mesmo assim, a camisa fez considerável sucesso graças as inovações que trazia. Nas mangas e na gola, traços na cor vermelha azul, formando a bandeira da Holanda, escudo e logo da Lotto em posições mais elevadas e gola em “formato de botão”, foram algumas das alterações. Mas o que chamou a atenção mesmo e inovou, foi a “marca d’água”, pois isso era uma grande novidade para a época. A imagem na nova camisa, era a da celebração de um gol marcado na Copa de 94, contra a Irlanda, durante a segunda fase do torneio.

Camisa Dinamarca 1986-87

CAMISAS HISTÓRICAS #1
A partir de hoje, nossa página começa a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA*
SELEÇÃO: Dinamarca 🇩🇰
ANO: 1986-87
FABRICANTE: Hummel

HISTÓRIA: Para iniciarmos nossa série de camisas de futebol históricas (seleções e clubes), vamos começar com uma das que eu acredito estar entre as 50 mais bonitas que já existiram. Essa camisa, foi utilizada pela seleção da Dinamarca de 1986. Em 1984, eles haviam chamado a atenção do mundo ao chegarem na semi-final da Eurocopa. Em 1986, a Copa do Mundo no México iria mudar para sempre a história da seleção dinamarquesa de futebol. Nascia naquele ano e naquela Copa, a famosa e destemida Dinamáquina. Essa foi a camisa utilizada pela Dinamáquina e é até hoje, para todo e qualquer cidadão dinamarquês que goste de futebol, a camisa de futebol mais sagrada e idolatrada que já existiu. Tudo começou e terminou, na primeira fase da Copa de 1986, bem no famoso “grupo da morte” que contava com: Escócia,Dinamarca,Uruguai e Alemanha Ocidental.
A seleção nórdica, teve um início avassalador na fase de grupos do mundial, chamou a atenção do mundo inteiro para ela e ai foi eliminada da Copa já nas oitavas de final. Mesmo assim, sua participação de 86 jamais será esquecida. A história começou a ser feita quando venceram a Escócia (de Alex Ferguson) por 1 a 0, depois vinha a seleção uruguaia (atual campeã da Copa América) e que era uma potência na época. Resultado: 6 a 1 para Dinamarca. Jogaram um futebol fino, cheio de classe e vida. Era um cartão de visitas para o mundo todo. Para finalizar, ainda venceram a Alemanha por 2 a 0 cinco dias depois. Parecia um time invencível e que poderia ganhar a Copa, mas aí o sonho acabou, a realidade bateu na porta e eles perderam de 5 a 1 para os espanhóis nas oitavas de final. Essa camisa tem muita história e com certeza merece um lugar aqui em nossa página. O desenho dessa camisa jamais foi repetido por outra seleção o que a torna mais única ainda. Até hoje, é possível comprar essa camisa em lojas físicas e virtuais, tamanha sua importância.

  • gerson.natanMuito legal, tbm tem algumas camisas que são exclusivas de algumas famílias, como é o caso em alguns clubes na Itália.