CAMISA TITULAR ESCÓCIA 1988-1991

CAMISAS HISTÓRICAS #26
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima sexta camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Escócia
SELEÇÃO: Escócia 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1988-1991
FABRICANTE: Umbro
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Marcou o início de uma geração de camisas retrô e marcou uma nova era para a Umbro dentro do futebol. É até hoje a camisa mais bonita que a Escócia já teve.
.
.
HISTÓRIA: Voltamos para o país berço do futebol como conhecemos, voltamos para a Escócia. Para a grande maioria dos escoceses essa é a camisa mais charmosa e bonita da história do país e eu compartilho dessa opinião. Vários modelos de camisas que vieram a seguir se basearam na ideia desse lançamento, utilizado pela primeira vez em maio de 1988, no amistoso entre a seleção escocesa e a seleção inglesa. Essa camisa introduziu a era de botões na gola da camisa e também abertura mais largas na região do pescoço. Esses botões na gola da camisa seriam encontrados em praticamente todas as camisas da Umbro pelos próximos quatro anos e também em outras empresas fornecedoras de material esportivo, que eventualmente também acabaram gostando da ideia. A gola dessa camisa era realmente única, ela era muito grande e fazia todos se lembrarem das camisas utilizadas durante as décadas de 40 e 50. A camisa tinha uma versão do emblema da Associação de Futebol da Escócia, que só foi utilizada nessa camisa ao longo da história e também possuía uma série de pequenos detalhes que a transformavam em uma camisa “clássica” com “C” maiúsculo. Outros dois emblemas bem mais discretos e pequenos da Associação de Futebol da Escócia, também foram adicionados à camisa: um monograma gótico próximo a gola e outra mais complexo na manga direita. Um ponto que é bastante ignorado em relação a essa camisa, mas que na minha opinião ajuda ela demais a ganhar notoriedade, é o logo da Umbro na cor amarela. A camisa reserva era branca e não obteve nem metade do sucesso da versão titular. #scotland#escocia #scotish

CAMISA TITULAR ESCÓCIA 1988-1991

CAMISAS HISTÓRICAS #26
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima sexta camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Escócia
SELEÇÃO: Escócia 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1988-1991
FABRICANTE: Umbro
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Marcou o início de uma geração de camisas retrô e marcou uma nova era para a Umbro dentro do futebol. É até hoje a camisa mais bonita que a Escócia já teve.
.
.
HISTÓRIA: Voltamos para o país berço do futebol como conhecemos, voltamos para a Escócia. Para a grande maioria dos escoceses essa é a camisa mais charmosa e bonita da história do país e eu compartilho dessa opinião. Vários modelos de camisas que vieram a seguir se basearam na ideia desse lançamento, utilizado pela primeira vez em maio de 1988, no amistoso entre a seleção escocesa e a seleção inglesa. Essa camisa introduziu a era de botões na gola da camisa e também abertura mais largas na região do pescoço. Esses botões na gola da camisa seriam encontrados em praticamente todas as camisas da Umbro pelos próximos quatro anos e também em outras empresas fornecedoras de material esportivo, que eventualmente também acabaram gostando da ideia. A gola dessa camisa era realmente única, ela era muito grande e fazia todos se lembrarem das camisas utilizadas durante as décadas de 40 e 50. A camisa tinha uma versão do emblema da Associação de Futebol da Escócia, que só foi utilizada nessa camisa ao longo da história e também possuía uma série de pequenos detalhes que a transformavam em uma camisa “clássica” com “C” maiúsculo. Outros dois emblemas bem mais discretos e pequenos da Associação de Futebol da Escócia, também foram adicionados à camisa: um monograma gótico próximo a gola e outra mais complexo na manga direita. Um ponto que é bastante ignorado em relação a essa camisa, mas que na minha opinião ajuda ela demais a ganhar notoriedade, é o logo da Umbro na cor amarela. A camisa reserva era branca e não obteve nem metade do sucesso da versão titular. #scotland#escocia #scotish

Camisa Titular Internazionale 2010/2011

CAMISAS HISTÓRICAS #25
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima quinta camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Itália
CLUBE: Internazionale 🇮🇹
MODELO: Camisa Titular
ANO: 2010/2011
FABRICANTE: Nike
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Uma camisa híbrida, uma mistura de camisa clássica com camisa moderna, uma camisa histórica e que é “Inter” em todos os aspectos.
.
.
HISTÓRIA: Assim como a moda de maneira geral, os designs das camisas de futebol são cíclicos, apesar de seus ciclos durarem períodos maiores. Mas quem acompanha essa evolução ao longo da história, vem percebendo que esses “ciclos” estão cada vez menores, ou seja, ao invés de lançar um novo uniforme a cada dois anos, os clubes agora lançam até três novos uniformes na mesma temporada. A maioria das pessoas não gosta disso e critica essa postura dos clubes, que por sua vez só visam lucrar cada vez mais e mais. Como os lançamentos de novas camisas acelera cada vez mais, os designers ficam com menos tempo para elaborarem novas criações e por isso acabam apelando cada vez mais para camisas clássicas. Olhando essa camisa rapidamente, ela se parece como qualquer outra camisa “padrão” da Inter, ou seja, listras nas cores azul e preta, patrocínio da Pirelli, gola em V etc. Mas existe um detalhe escondido nessa camisa e ele é pouco perceptível: a camisa é uma versão repaginada da camisa utilizada pelo goleiro da seleção inglesa de futebol, na Eurocopa de 1988. Essa camisa não possui detalhes desnecessários e possui muita harmonia, principalmente no que se refere às mangas, uma vez que elas acompanham o desenho da parte central da camisa. O patrocínio da Pirelli é bem destacado no centro da camisa, a gola em V é inteira preta e ainda resta espaço para o brasão de campeão do mundo da FIFA (último titulo mundial conquistado pelo clube italiano, no ano de 2010). Essa camisa é extremamente valiosa para colecionadores e um item obrigatório para qualquer fã da Internazionale. O que você acha dessa camisa? Comente….

Camisa Coventry City Titular 1987-1989

CAMISAS HISTÓRICAS #24
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima quarta camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra
CLUBE: Coventry City
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1987/1989
FABRICANTE: Hummel
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Essa camisa não fez grande sucesso entre os fãs do clube, mas ficou marcada por ter o mesmo desenho da camisa utilizada pela “Dinamaquina” de 1986. .
.
HISTÓRIA: Sempre quando pensamos em camisas históricas, em camisas de futebol clássicas, lembramos de uma ou de outra específica dependendo da época. Com certeza, uma das camisas mais autênticas já utilizadas, foi a camisa da seleção da Dinamarca de 1986 (camisa que inclusive eu já postei e contei toda a história aqui na minha página). Claro que além da camisa ser muito linda, ainda conseguiu ficar mais marcada ainda, graças ao excelente desempenho daquela seleção que mais tarde ficaria conhecida como “Dinamáquina”. Apesar de não ser utilizada por outras seleções, alguns clubes se aventuraram em utilizar desenhos similares ao da seleção dinamarquesa. Em 1987, um ano depois de seu lançamento, o desenho chegou às prateleiras do Reino Unido. Aston Villa, Southampton e Coventry City foram alguns dos clubes que aderiram a essa novidade. Quando o Conventry City anunciou que havia fechado com a fabricante dinamarquesa, muitos torcedores esperavam grandes novidades, mas talvez não tanta. O problema é que vários deles não acharam legal a ideia do clube copiar o desenho da camisa da seleção e esperavam por algo mais “original”. A camisa era dividida em duas metades: o lado esquerdo alterando entre azul claro e azul-escuro, e o lado direito alterando entre o azul claro e o branco. Nas mangas esse padrão de cores era invertido, sempre com as icônicas “setas da Hummel” saindo dos ombros. Eu pessoalmente, acho essa camisa de grande bom gosto, mas sou suspeito para falar porque adoro praticamente todas as camisas feitas pela Hummel. O que vocês acharam dessa camisa? Deixem um comentário

Camisa Titular Evian 2011/2012

CAMISAS HISTÓRICAS #23
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima terceira camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: França
CLUBE: Evian 🇫🇷
MODELO: Camisa Titular
ANO: 2011/2012
FABRICANTE: Kappa
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Essa camisa é a mais marcante que o pequeno clube (que já não existe mais) francês já utilizou. Foi com ela que conseguiram sua melhor colocação na primeira divisão: um 9 lugar em 11-12.
.
.
HISTÓRIA: Algumas camisas de futebol se destacam por serem simples, mas clássicas, outras ganham status por se tornarem memoráveis diante de participação histórica em alguma grande competição. Ainda assim, existem camisas que não se enquadram em nenhuma dessas duas categorias, mas são peças que se tornaram icônicas devido a atenção que chamaram (principalmente por serem arrojadas e diferentes de tudo que estamos acostumados a ver). A camisa titular do pequeno clube francês Evian, utilizada durante a temporada 2011-12, definitivamente se enquadra nessa última definição. O clube era muito novo, fundado em 2007, porém em menos de dez anos deixou de existir. Sim, por conta de brigas internas pelo poder e má administração, o pequeno clube que tinha passado quatro temporadas na divisão de elite, estava liquidado em dezembro de 2016. Essa camisa entrou para a história, não só por ser utilizada pelo clube em sua melhor campanha na divisão de elite (naquela temporada terminaram na nona posição), mas por ser muito diferente da grande maioria das camisas dos clubes franceses. São raros os times europeus que jogam com uma camisa titular na cor rosa (o Palermo sendo o mais famoso deles), mas são mais raros ainda aqueles que além disso, ainda utilizam montanhas estampadas na parte central da camisa. O clube pertencia a marca de água Evian (uma das mais famosas do mundo) e por isso recebeu o logo da marca (as três montanhas), que para algumas pessoas parecem mais dentes afiados de um tubarão branco. Uma camisa sem contraste e que é muito valiosa para colecionadores.

CAMISA WEST HAM 1976 – 1980

CAMISAS HISTÓRICAS #22
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima segunda camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Inglaterra
CLUBE: West Ham 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1976/1980
FABRICANTE: Admiral
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Essa camisa da Admiral teve enorme impacto no futebol inglês e fez história, principalmente devido à inserção de um padrão raramente utilizado em camisas de futebol até então.
.
.
HISTÓRIA: A Admiral é uma fornecedora de material esportivo britânica que está presente em diversas modalidades. Durante a década de 70 e 80, a marca viveu seu auge no futebol e foi em 1976 que eles lançaram uma das camisas mais marcantes de sua história: a camisa titular do clube londrino West Ham United. O que chamava a atenção nas camisas da Admiral era o fato deles serem agressivos, inovadores e muito criativos na hora de desenvolver novos desenhos de camisas. Hoje em dia, na hora de desenvolver os desenhos e estilos das camisas, as fabricantes mais tradicionais buscam constantemente ofender o mínimo possível os torcedores dos clubes e seleções, mas naquela época isso não era uma preocupação constante. Com essa camisa, não só a Admiral revolucionou o futebol inglês, mas também mostrou ao mundo que era possível sim criar arte com as camisas. O efeito dessas quatro linhas na parte central da camisa (em forma de “chevron”) teve grande impacto nos torcedores do West Ham, que se impressionaram na metade da década de 70 com a inovação que a Admiral trazia. Hoje em dia, 40 anos depois, esse forte impacto ainda impressiona diante da monotonia dos modelos atuais (a maioria todos iguais). Na época de seu lançamento, a grande maioria dos torcedores do West Ham aprovou essa inovação e a camisa estorou nas vendas. Algo que faz com que essa camisa se torne uma raridade, se basea no fato desse desenho diferente, os “chevrons”, não terem “pegado” no futebol, tanto que são muito poucas as camisas que podemos encontrar por aí com esse padrão de desenho.

CAMISA SAINT-ETTIENE 1981-1982

CAMISAS HISTÓRICAS #21
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima primeira camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: França
CLUBE: Saint-Ettiene 🇫🇷
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1981/1982
FABRICANTE: Le Coq Sportif
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa utilizada pelo maior campeão francês de todos os tempos e que tinha Michel Platini como seu jogador. Em 1980-81 haviam acabado de vencer o campeonato francês pela décima e última vez.
.
.
HISTÓRIA: O Saint-Ettiene é o maior campeão francês da história e possui um enorme repertório em termos de camisas que se destacaram ao longo da história. Fica até difícil de escolhermos qual é a mais icônica, mais importante e mais bonita camisa desse clube francês. Lembrando que naquela época camisas de manga comprida estavam na moda. O auge do clube ocorreu na década de 70, porém na década de 80 essa camisa da temporada 1981/1982 fez enorme sucesso entre os fãs do clube. Essa é uma camisa simples, tradicional e que passava muita confiança aos atletas do clube. Quem observar a publicação que fiz da camisa de 1980-1984 utilizada pela seleção francesa vai reparar a similaridade entre os modelos. O destaque da camisa vai para o painel branco inserido na parte da gola, já que ele chama muita a atenção assim que botamos os olhos nessa camisa. Outro destaque dela são as listras duplas colocadas na horizontal ao invés de na vertical, além disso elas estão presentes ao longo de toda a extensão da camisa (não param na altura do peito como na maioria das outras camisas da época). Por último, o patrocínio também tem grande destaque pelo seu contraste com a cor verde e por seu grande tamanho bem no centro da camisa. O patrocínio era da Super Tele, uma revista de TV francesa que estava super em alta na época. Essa é uma das camisas mais raras do clube francês e pode ser encontrada a venda por lojas de colecionadores com preços que chegam na casa dos R$ 1.000,00. Sem dúvida é uma camisa que merece um lugar na nossa lista.

CAMISA SELEÇÃO EUA 1994

CAMISAS HISTÓRICAS #20
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da vigésima camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Estados Unidos
SELEÇÃO: EUA 🇺🇸
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1994
FABRICANTE: Adidas
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa lançada pela Adidas em 1994, ano em que os Estados Unidos sediaram a Copa do Mundo.
.
HISTÓRIA: A camisa da seleção norte-americana utilizada na Copa de 1994, é para mim uma das camisas mais marcantes que eu já vi em mundiais. Só que ela não é histórica apenas porque é diferente, ou porque os Estados Unidos eram o país sede da competição mais importante do futebol. Ela entrou para a história mesmo, porque fazia um par perfeito com a camisa reserva (que falarei em outra postagem). Ambas as camisas conseguiram transmitir muito bem a intensidade do nacionalismo americano, através do seu maior símbolo: a bandeira nacional. Todos nós sabemos o tamanho do patriotismo dos norte-americanos e foi exatamente isso que a Adidas focou em transmitir, ao lançar as duas camisas da seleção americana para o mundial de 1994. A ideia por trás das listras em formato de onda, era a de passar a sensação de movimento, ou seja, como se fosse de fato uma bandeira gigante asteada em um poste. Claro que muitos estrangeiros não gostaram dessa camisa por ela ser visualmente bem agressiva e radical, mas o sucesso que ela fez entre os americanos foi bem considerável. O fato é que sem a camisa reserva, a camisa titular não seria grande coisa e vice-versa. Uma coisa curiosa, é que o foco da camisa titular ficou nas faixas vermelhas, enquanto o foco da camisa reserva ficou nas estrelas. Portanto, somente ao unirmos as duas camisas é que tínhamos de fato a representação completa da bandeira nacional dos Estados Unidos. A camisa também se destacou por conta dos detalhes nas mangas e na gola (cores branca, azul e vermelha). Foi uma grande jogada de marketing da Adidas, uma jogada que rendeu milhões de dólares à companhia alemã.

Camisa Marseille 2011-12

CAMISAS HISTÓRICAS #19
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da décima nona camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: França 🇫🇷
CLUBE: Olympique de Marseille
MODELO: Camisa Reserva
ANO: 2011-12
FABRICANTE: Adidas
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa que inaugurou uma época de camisas mais arrojadas e com desenhos bem mais ousados no mercado Francês. .
.
HISTÓRIA: Saímos da Escócia e vamos para a França. Essa camisa costuma dividir bastante a opinião das pessoas, alguns acham ela horrível e outros uma das mais lindas já feitas pela Adidas. Eu acho ela magnífica e fico com o segundo grupo. Ao invés dessa divisão na opinião do público ser uma fraqueza, eu acredito que na verdade ela se torna um dos pontos mais fortes dessa camisa. Com camisas que tem seus ciclos completos em apenas uma única temporada e são trocados com tanta frequência, vivemos em um mundo onde é natural sequer lembrarmos do modelo que nossos clubes utilizaram há 3 temporadas atrás. São uniformes bonitos e que cumprem seus papéis, mas que não criam uma impressão significativa a ponto de lembrarmos deles para sempre. Com essa camisa aqui, as coisas mudam um pouco de cenário. Principalmente, porque se mal lembramos das camisas titulares, imagina das reservas então. Eu sou suspeito para falar, porque azul e amarelo são as minhas cores favoritas em camisas de futebol, além do que a combinação entre esse tom de azul e o dourado é infalível. Na temporada 2011-12, a Adidas resolveu arriscar mais na guerra que trava ano a ano, temporada a temporada com a Nike. A marca alemã resolveu criar modelos mais arrojados e chamativos para a Ligue 1, principalmente para seus dois principais parceiros lá: o Marseille e o Lyon. Enquanto lançava esses modelos na França, mantinha desenhos mais tradicionais na Inglaterra e Alemanha (países carro-chefe da marca). Essa camisa fez um tremendo sucesso em Marseille, ao ponto dos torcedores preferirem seu time atuando com ela do que com a camisa titular (que é tradicionalmente branca)

Camisa Rangers Titular 1987-1990

CAMISAS HISTÓRICAS #18
Minha página começou a contar a história das mais importantes camisas de futebol e suas respectivas histórias. Aprenda mais sobre as histórias por trás delas em nossa nova série de postagens. *CADA CAMISA UMA HISTÓRIA* Vamos agora, para a história da décima oitava camisa: #camisascdf
.
.
PAÍS: Escócia 🏴󠁧󠁢󠁳󠁣󠁴󠁿
CLUBE: Rangers
MODELO: Camisa Titular
ANO: 1987-1990
FABRICANTE: Umbro
IMPORTÂNCIA HISTÓRICA: Camisa que renovou e inspirou novamente as tradições da cor azul no Rangers, um dos clubes mais antigos do mundo. Esta é uma das 3 mais bonitas da história do clube (eleita pelos próprios torcedores).
.
.
HISTÓRIA: É comum no mundo do futebol as pessoas criticarem uniformes que são muito simples ou básicos, por serem taxados como “moda antiga e retrô”, ou então por serem simples demais. Isso não deveria acontecer, pois os uniformes da atualidade evoluíram a partir destes mesmos conceitos que são criticados por muitos. É nossa obrigação como amantes deste esporte, sempre lembrar das mais bonitas camisas já utilizadas no passado. Uma dessas camisas inesquecíveis é a do Rangers, clube escocês, utilizada de 1987 até 1990. A Umbro era fornecedora da Rangers desde a metade da década de 70 e foi com esse lançamento em 1987, que a empresa se renovou e se manteve forte no mercado. Alguns anos antes do lançamento, a camisa titular (sempre na tradicional cor azul) do clube escocês estava bem desgastada, principalmente porque ano após ano, ela raramente sofria alguma alteração de grande impacto. Foi então que essa camisa chegou, com seu novo design quadriculado, uma linha branca sutil nos ombros e uma nova gola com botão ( no mesmo estilo da utilizada pela seleção da Inglaterra na época). O segredo dela estava no padrão de sombreado do quadriculado, que apesar de não ter outra cor, era notado de praticamente sob qualquer ângulo que a pessoa olhasse. Qualquer foto dessa camisa que você olhar pela Internet, vai rapidamente perceber esse “efeito de sombras”. Outras camisas foram lançadas no final da década de 80 tentando imitar esse efeito de sombreamento, porém nenhuma conseguiu se igualar ao sucesso que essa camisa do Rangers conseguiu atingir.