JUVENTUS 1980 – 1986 Parte Final

#esquadroesinvenciveisCONTINUAÇÃO. O meia francês começou devagar, mas depois se tornou um monstro, inclusive conquistando 3 Bolas de Ouro de forma consecutiva e inspirando seus colegas de time a conquistarem mais três campeonatos italianos, uma Copa da Itália e uma Recopa. Em 1983 a Juventus mesmo com um timaço, acabou perdendo a decisão da Liga dos Campeões para o também fortíssimo Hamburgo de Felix Magath. O principal título continental veio dois anos depois, em 1985, quando bateram o Liverpool por 1 a 0. Naquele fatídico dia 29 de maio de 1985, além da Juve ter conquistado o título mais importante da Europa, infelizmente uma grande tragédia ocorreu: a Tragédia de Heysel (que para quem não conhece eu já contei aqui na minha página no quadro das grandes tragédias), que matou mais de 39 torcedores da Juventus e fez com que o Liverpool fosse banidos por 6 anos de competições da UEFA. A partir daquele ano o futebol inglês entraria em uma grande crise e só voltaria a despontar a partir da década de 90. Depois de conquistar a Europa, faltava conquistar o planeta e foi isso que fizeram no Mundial daquele ano ao vencerem o Argentino Juniors nos pênaltis por 4 a 2. No ano de 1985 a Juventus recebeu da UEFA, uma placa como tributo pela conquista de todas as principais competições da entidade naquela temporada. Até hoje a Juventus é o único time a ter conquistado todos os títulos continentais e intercontinentais no mesmo ano (Mundial, Liga dos Campeões, Recopa, Intertoto, Supercopa da UEFA, Copa da UEFA). Em 1986 o esquadrão chegava ao seu final e começaria um processo de enfraquecimento. Foi nesse ano que Trapattoni foi embora e foi no ano na seguinte que Platini resolveu se aposentar do futebol, para choro e muita tristeza de todos amantes do futebol. Só no início da década de 90 é que a Juventus voltaria a brilhar novamente (com Zidane e o esquadrão que já foi apresentado nesse mesmo quadro aqui na minha página). Após o declínio do time de Trapattoni, foi o Milan que passou a ser a potência na Itália e no velho continente. Ao lado de Udo Lattek, Trapattoni é o único treinador da história a ter vencido a Liga dos Campeões, a Copa da UEFA e a Recopa da UEFA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s