Estudiantes 1967-1970

TIME: Estudiantes 🇦🇷
LOCAL: La Plata, Argentina
PERÍODO: 1967-1970
CONQUISTAS: Campeão Mundial (1968), Tricampeão da Copa Libertadores da América (1968,1969 e 1970) e Campeão Argentino (1967).
.
.
TIME BASE: Poletti; Madero (Manera), Malbernat, Aguirre Suárez e Medina; Pachamé, Bilardo e Togneri, Flores (Ribaudo), Conigliaro (Echecopar) e Verón. Técnico: Osvaldo Zubeldía .
.
O Estudiantes ficou marcado na história do futebol sul-americano por ser o primeiro clube a conquistar três libertadores de forma consecutiva e na história do futebol argentino por tirar o domínio dos cinco clubes que “mandavam” no país (Boca, River, San Lorenzo, Racing e Independiente). Ninguém esperava que o clube considerado pequeno até então, desse aula de futebol para seus adversários e conquistasse o mundo (foi campeão mundial em 1968). O mais curioso sobre a história desse Esquadrão, é que o técnico responsável por montá-lo, Osvaldo Zubeldía, chegou ao clube com o objetivo de não deixar mais o clube ficar frequentando a zona de rebaixamento. O fato mais marcante da história do Estudiantes de 1967-1970, é que eles foram amplamente criticados durante esse período. Vale ressaltar, que até o início dos anos 30 nenhum time de fora do G-5 (cinco clubes descritos anteriormente) havia conquistado o título do Campeonato Argentino. O Estudiantes não só quebrou essa ordem no futebol doméstico, como conseguiu a façanha de conquistar o torneio continental antes do próprio Boca, River e San Lorenzo. O orçamento deles na época era bem limitado, portanto a aposta foi em jogadores das divisões de base e em um estilo de jogo mais focado em tática e organização do que em talento e habilidades individuais. Podemos dizer que foi com esse novo membro dos #esquadroesinvenciveis que o mundo passou a conhecer a concentração antes das partidas, as linhas de impedimento e até mesmo as jogadas ensaiadas. E por quê eles eram tão criticados então? Porque foi a partir desse momento na história, que a verdadeira “catimba argentina” nasceu. O jogador mais importante foi sem dúvidas Juan Ramón Verón, o pai de Sebastián Verón, mas o principal protagonista foi o já falecido Zubeldía, que desenvolveu novos CONTINUA ..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s