Flamengo 1980-1983

TIME: Flamengo, 🇧🇷
LOCAL: Rio de Janeiro, Brasil
PERÍODO: 1980 -1983
CONQUISTAS: Campeão do Mundo (1981), Copa Libertadores (1981), Campeão Carioca (1981) e Tricampeão brasileiro (1980,1982 e 1983)
.
.
TIME BASE: Raul; Leandro, Marinho (Figueiredo), Mozer e Júnior; Andrade, Adílio e Zico; Tita, Nunes e Lico. TÉCNICOS: Claudio Coutinho (1980,1981) e Paulo César Carpegiani (1981 até 1983).
.
.
Se a Argentina ganhou um lugar aqui com o River Plate da década de 40, então agora, depois de ter contado a história de vários grandes times de clubes e seleções da Europa, chegou a vez de um representante do Brasil entrar em nosso acervo. Esse Flamengo do início da década de 80 foi o segundo maior esquadrão invencível que o nosso país já teve, empatado com o São Paulo de Telê e apenas atrás do Santos de Pelé. Tem pessoas que defendem que o Flamengo era superior ao São Paulo, mas eu os coloco no mesmo degrau. Com excelentes laterais, um meio-campo muito técnico e rápido, além de um ataque composto por um centroavante goleador e pontas mortais, esse time do Flamengo não foi campeão do mundo por acaso. Com Zico de maestro, o rubro-negro colecionou títulos em âmbito nacional, continental e mundial. O camisa 10 entortava quem estivesse em seu caminho e mostrava para todos porque entraria para história como um dos 5 maiores jogadores que o nosso país já teve. Todos os finais de semana com jogos no Rio, o Maracanã ficava pequeno e era comum o público ficar acima de 100 mil pessoas. Foi graças à esse esquadrão, que até hoje é o melhor time que o Flamengo já teve em toda sua história, que o clube carioca se consolidou como o mais popular do Brasil (até hoje possuí a maior torcida) e conquistou sua série de títulos mais importantes. Tudo indicava que após ser tricampeão estadual no final da década de 70 e com um elenco reacheado de jogadores formidáveis, o Flamengo seria o time a ser batido na década de 80. E as previsões se confirmaram. No Brasileiro de 1980, só perdeu um jogo na primeira fase e avançou sem muitos problemas até a final, onde teria o Atlético Mineiro pela frente. O Galo tinha uma grande seleção e era um adversário muito perigoso. CONTINUA. #esquadroesinvenciveis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s