Real Madrid 1983-1990

TIME: Real Madrid
LOCAL: Madrid, Espanha 🇪🇸
PERÍODO: 1983-1990
CONQUISTAS: Bicampeão da Copa da UEFA (1984-1985 e 1985-1986), Pentacampeão do Campeonato Espanhol (1985-1986, 1986-1987, 1987-1988, 1988-1989 e 1989-1990), Campeão da Copa do Rei (1988-1989), Tricampeão da Supercopa da Espanha (1988, 1989 e 1990) e Campeão da Copa da Liga Espanhola (1984-1985)
.
.
TIME BASE: Miguel Ángel (Agustín Rodríguez / Paco Buyo); Chendo, Sanchís, Uli Stielike (Tendillo / Jesús Ángel Solana / Ruggeri) e Camacho; Schuster, Martín Vázquez (Hierro), Míchel e Gordillo (Pardeza / Gallego); Hugo Sánchez (Santillana / Jorge Valdano) e Butragueño (Juanito). Técnicos: Alfredo Di Stéfano (1983-1984 e 1990), Amancio Amaro (1984-1985), Luis Molowny (1985-1986), Leo Beenhakker (1986-1989) e John Toshack (1989-1990)
.
.
Quem acompanha aqui o quadro semanal #esquadroesinvenciveis já sabe que após o desmanche do Esquadrão Invencível do Hamburgo em 1983, mais dois esquadrões invencíveis chegaram dominando a Europa: o Steaua Bucareste da Romênia e o PSV da Holanda (ambos já postados aqui na série). Mas engana-se quem pensa que eram apenas dois, os esquadrões invencíveis desse período. Nada disso galera. Da metade da década de 80 até 1990, existiam mais três esquadrões invencíveis em três outros países, totalizando cinco esquadrões invencíveis ativos no velho continente. Hoje vou falar do terceiro destes cinco grandes times que assombravam a Europa: o Real Madrid. Já foram contadas as histórias de 16 grandes times e muitas pessoas estavam se perguntando quando o Real iria aparecer nessa série. É claro que o Real Madrid teve esquadrões invencíveis antes e após esse período, mas hoje o foco será no time imbatível que eles formaram de 1983 até 1990. Neste período o clube espanhol conquistou 12 títulos, sendo 2 continentais e 10 nacionais (dos quais metade foram do campeonato espanhol e de maneira consecutiva!). Apertem os cintos e vamos voltar no tempo para mais uma grande história do time que ficou conhecido como “O Quinteto do Abutre”. O Real era o pesadelo de qualquer adversário, um time que adorava virar partidas e que era impecável em um Santiago Bernabeu completamente lotado. CONTINUA..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s