Real Madrid 1983-1990 Parte III

Na temporada 84-85 o Real ficou em quinto lugar no campeonato espanhol, mas conseguiu perceber que um jogador seria fundamental para a próxima temporada: Hugo Sánchez, que jogava no arqui-rival Atlético de Madrid. Hugo havia sido o artilheiro daquela temporada com 19 gols e foi contratado logo que o campeonato espanhol acabou. Junto com Butragueño, faria uma das duplas de ataque mais mortais que o Real já teve em sua história. O título da Copa da UEFA e a chegada de Sánchez, fizeram o Real melhorar mais ainda para a temporada 85-86: foram campeões espanhóis com 26 vitórias e 4 empates nos 34 jogos e ainda viram Sánchez ser novamente o artilheiro nacional. Mas eles queriam mais, eles queriam o bicampeonato da Copa da UEFA. Depois de passar pelo AEK da Grécia, o Odessa da URSS, o Borussia Mönchengladbach, o Neuchatel Xamax da Suiça e a Inter de Milão (de novo), o Real Madrid estava em mais uma final da segunda principal competição européia. Na final enfrentaram o Colônia da Alemanha e com vitória por 5 a 1 na Espanha e derrota de 2 a 0 na Alemanha, o Real Madrid era o primeiro clube da história a ser bicampeão consecutivo da Copa da UEFA. O time era tão forte nessa época, que sete jogadores da seleção da Espanha que foram para o México disputar a Copa de 86 eram do Real Madrid. Quando a Copa acabou, anunciaram uma troca de treinadores e Leo Beenhakker, que era holandês, chegou para assumir o time merengue com a missão de fazer o clube conqusitar uma Liga dos Campeões novamente. Em 86-87 mais um campeonato espanhol conquistado e mais uma vez Sánchez ficando com a artilharia. Na Liga dos Campeões o Real foi até a semifinal, mas foi parado pelo poderoso Bayern de Munique que fez 4 a 1 em Munique e perdeu por 1 a 0 em Madrid. Na temporada 87-88 o Real massacrou e humilhou todos seus adversários no campeonato espanhol, foram apenas 4 derrotas em 38 partidas o que garantiu o tricampeonato consecutivo para eles. Mais uma vez, a terceira seguida (quarta se considerarmos 1 artilharia pelo Atlético de Madrid), Sánchez foi o artilheiro da competição. Na Liga dos Campeões as coisas não deram certo e de novo eles foram parados na semifinal, dessa vez para o PSV. CONTINUA …..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s