Real Madrid 1983-1990 Parte Final

A temporada 1989-90 foi a última chance desse grande time de conquistar a Liga dos Campeões, mas o Milan mais uma vez entrou no caminho dos madrilenhos e acabou com o sonho deles já nas oitavas de final. Depois dessa derrota e do fim da temporada, essa grande geração do Real sucumbiu e acabou, dando lugar ao Barcelona. Os catalães ficariam conhecidos como Dream Team e conquistariam 4 campeonatos espanhóis seguidos, além da Liga dos Campeões de 1992. Mesmo sem ter conseguido o título mais importante da Europa ninguém tem dúvidas de que esse foi um dos maiores e mais fortes conjuntos que já existiram dentro do futebol espanhol. Até hoje os torcedores do Real se vangloriam das façanhas realizadas por esse timaço que jamais será esquecido. Vamos conhecer um pouco mais sobre alguns dos protagonistas dessa história:
.
.
Camacho: considerado por muitos um dos melhores laterais esquerdos que já existiram, jogou no Real de 1973 até 1989. Conquistou 11 títulos e disputou mais de 575 partidas com a camisa do clube merengue. Foi o capitão da seleção espanhola na Copa do Mundo de 1986
.
.
Míchel: um dos principais jogadores desse time, fundamental para o funcionamento do meio-campo e um ótimo garçom para os atacantes. Míchel disputou 559 partidas e marcou mais de 100 gols com a camisa do Real, além de ter participado de mais de 66 jogos pela seleção espanhola.
.
.
Hugo Sánchez: se você leu as histórias percebeu que esse foi o principal nome desse esquadrão. O maior goleador que existiu nesse período, é também considerado um dos melhores jogadores mexicanos de toda a história. Ele foi artilheiro quatro temporadas seguidas do campeonato espanhol. Foram 251 gols em 188 jogos pelo Real. Ele é o quarto maior goleador do campeonato espanhol da história.
.
.
Butragueño: outro jogador extremamente fundamental para todos esses 12 títulos que o Real conquistou. Foram mais de 463 partidas, com 171 gols marcados. Um exímio atacante que até hoje é considerado um dos melhores atacantes que o clube já teve. Seu grande momento foi com a seleção espanhola, quando eliminaram a poderosa Dinamáquina na Copa de 86. .
.
#esquadroesinvenciveis #realmadrid #real

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s