Steaua Bucareste 1984-1989 Parte III

CONTINUAÇÃO…Como eu expliquei anteriormente, Jenei foi embora dirigir a seleção romena. O clube agora campeão europeu, era o centro das atenções e logo de cara tratou de contratar um jogador que muitos de vocês vão recordar: Hagi, sim o Hagi que levou a Romênia as quarta de final da Copa de 94 e que contribuiu demais, para a eliminação da Argentina nas oitavas. O goleiro Duckadam, que havia sido o herói da final contra o Barça, teve que se aposentar precocemente devido a um problema de saúde. O ex-jogador Anghel Iordanescu, foi efetivado como técnico e dentro da Romênia, até 1989 nenhum clube saberia o que é derrotar o Steaua Bucareste, tanto no campeonato nacional quanto na Copa da Romênia. A, esqueci de contar que no mundial de clubes de 86, eles perderam para o River por 1 a 0. Em 87, venceram a Supercopa da UEFA em cima do Dínamo de Kiev, exatamente com gol dele: Hagi. Portanto, em 86-87 venceram seu tricampeonato consecutivo e o primeiro de três, de maneira invicta. Ainda em 86-87, foram eliminados na segunda fase da Champions pelo Anderlecht, da Bélgica e campeões da Copa da Romênia. Em 87-88, só alegria de novo, mais um título invicto e diversas goleadas aplicadas no campeonato, destaque para Piturca que foi artilheiro e Hagi, terceiro colocado. Perderam na semi-final da Champions para o Benfica. Em 88-89 pentacampeonato consecutivo e tri invicto nacional e da Copa da Romênia. Era simplismente inacreditável, a façanha que o Steaua estava alcançando, algo de outro mundo, eles eram um time simplismente impossível de se vencer dentro da Romênia. Só em setembro de 1989, que foram perder para os rivais do Dínamo Bucareste por 3 a 0. Para coroar toda esta campanha impecável dos últimos anos, ainda teria o vice-campeonato da Champions de 88-89. Na campanha passaram pelo: Sparta Praga, Spartak Moscou, Göteborg (Suécia) e Galatasaray na semi-final. A final seria disputada contra o Milan e ela era uma resposta, a todos aqueles que ficaram achando que o título europeu de 85-86 havia sido um golpe de sorte e que eles eram apenas uma “zebra”. Na próxima e última parte vamos contar da final contra os italianos e dos principais personagens deste ESQUADRÃO INVENCÍVEL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s