Wolwerhampton parte II

O primeiro claro sinal, de que o Wolverhampton iria fazer história veio em 46/47, quando perderam o título do campeonato inglês na última rodada para o Liverpool. Logo em 1948, quando Cullis assumiu o comando do clube, os resultados já começaram a aparecer e eles conquistaram a terceira Copa da Inglaterra, depois de um jejum de quatro décadas. A vitória veio em cima do Leicester em Wembley por 3 a 1. O goleiro Bart Williams, que havia servido a aeronáutica durante a segunda guerra mundial, era realmente muito bom e colaborou muito para a longa série de invencibilidade do clube inglês. O orgulho ainda era profundo dentro da escola inglesa de futebol, já que eles haviam criado o esporte e portanto, se tornarem fregueses dos húngaros, que jogavam uma barbaridade naquela época pós-guerra, era inadmissível. Foi Cullis no comando do Wolverhampton, que pôde dar aos ingleses o sabor da vingança, quando fez o clube da cidade de Wolverhampton se tornar a referência no futebol europeu daquela época. Durante a guerra, ele era instrutor de treinos físicos e isto o ajudou muito na hora de treinar seu time (ou exército). Foi com uma estratégia de implementação de fortes treinos físicos, que ele conseguiu obter o máximo de seu elenco. Hancocks e Mullen, que atuavam pelas pontas, deitavam e rolavam sobre seus marcadores e isto contribuia demais na parte ofensiva do time. Na temporada 53-54, a que foram campeões ingleses pela primeira vez, também foram instalados refletores em seu estádio, algo que nem sequer era ainda regulamentado no campeoanto inglês. Os amistosos vencidos contra clubes do mundo inteiro, inclusive o Honvéd, foram disputados para ajudar na arrecadação de fundos para pagar as novas instalações. Falando um pouco sobre o clube húngaro, o time da lenda Puskás, era um time muito estrelado, principalmente no ataque com um trio mortal: Kocsis, Czibor e Budai. O Honvéd, também representava o exército e estava acostumado a enfiar uma goleada em cima da outra em seus adversários, tanto que o maior medo dos ingleses na época, sendo torcedores do Wolverhampton ou não, era que o clube inglês seria humilhado, assim como aconteceu a seleção inglesa, no ano anterior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s