MESTALLA PARTE II

CONTINUAÇÃO…é importante analisarmos, que praticamente toda a história do Valência FC, ocorreu com o clube mandando seus jogos no Mestalla. Portanto, é evidente que este estádio significa muito para os fãs do clube, trazendo uma série de emoções e lembranças, que jamais deixarão de estar presentes na vida de cada um deles. Não vai ser nada fácil, quando o dia da mudança para o Nou Mestalla (é como vai se chamar o novo estádio), chegar. Provavelmente a capacidade do novo estádio, será de 60 mil pessoas, ou seja, apenas 5 mil a mais que o Mestalla. O primeiro jogo da seleção espanhola de futebol no Mestalla, ocorreu em 1925. Em 1982, todos os jogos da seleção espanhola na fase de grupos, ocorreram no estádio. Em 2011 e em 2014, o Mestalla sediou as finais da Copa do Rei, ambas disputadas entre o Barcelona e o Real Madrid, além de já ter sido palco de mais 7 finais de campeonatos. É possível chegar ao estádio, tanto de metrô, quanto de ônibus. O campo é de grama e possuí as seguintes dimensões: 105 m × 68 m (344 ft × 223 ft). Um fato bem marcante do estádio, é que foi um dos primeiros do mundo a possuir assentos para todos os torcedores, fato que ocorreu nas reformas dos anos 50. Depois da enchente contada na primeira parte, foram instaladas luzes artificiais no estádio (inaugurada em 1959). O prestigiado jornal britânico “The Telegraph”, descreveu recentemente o estádio Mestalla, como sendo o de melhor atmosfera para se assistir a um jogo de futebol na Espanha e o segundo melhor de toda a Europa, somente atrás do estádio do Borussia (que convenhamos é de outro planeta). Assim como diversos outros grandes clubes europeus, o Valência FC também disponibiliza um Tour exclusivo por todo o estádio, tanto para torcedores, quanto para turistas. O primeiro título conquistado do Valência FC no estádio, veio em 1941 (Copa doméstica) e mais adiante muitos torcedores iriam poder celebrar: 3 títulos da Liga e 2 Copas. Ainda na década de 40, com um dos mais fortes times que o Valência já produziu, composto por: Epi, Amadeo, Mundo, Asensi e Gorostiza, ganhar dentro deste estádio realmente era uma tarefa quase impossível. Realmente, este estádio possuí muita história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s