Estádio Georgios Karaiskakis

NOME OFICIAL: Estádio Georgios Karaiskakis
DONO: Comitê Olímpico Helênico
MANDANTES: Seleção da Grécia e Olympiacos F.C
INAUGURADO: 1896 (122 anos)
CAPACIDADE: 32.115
LOCALIZAÇÃO: Piraeus, Grécia 🇬🇷
.
.
A minha página segue agora para a Grécia, considerada o berço da civilização ocidental, para contar a história de mais um estádio. Quem não leu sobre os outros estádios que já postei e quiser dar uma fuçada, segue a hashtag: #estadioscdf .
.
.
Este é um dos meus estádios favoritos na Europa, principalmente pela força que ele traz ao Olympiacos F.C e por possuír muita história, afinal ele está de pé a 122 anos, (foi 100% reconstruido em 2004) o que faz dele um dos mais antigos palcos de futebol do velho continente. Construído em 1895 como um “velódromo” (estádio de ciclismo) para as Olimpíadas de 1896, o estádio foi erguido em um terreno que era propriedade de uma companhia ferroviária local e que acabou fazendo uma doação do espaço para o Comitê dos Jogos Olímpicos. A primeira vez que o velódromo foi utilizado como estádio de futebol aconteceu somente em 1920. Depois de 40 anos, em 1960, uma grande reforma ocorreu para transformar o local em um verdadeiro estádio feito para a prática do Futebol e também do Atletismo. Foi neste momento que recebeu o nome de Georgios Karaiskakis, em uma homenagem ao grande combatente e comandante militar grego George Karaiskakis, morto próximo ao estádio durante a Revolução Grega de 1821 (Guerra da Independência). O estádio fica localizado na cidade portuária de Pireu, que fica na região metropolitana de Atenas. Infelizmente este estádio foi palco de uma grave tragédia, na verdade a maior dentro do futebol grego e uma das maiores do mundo, ocorrida no dia 8 de fevereiro de 1981, com 21 fatalidades e mais de 55 feridos. O acidente que acabou ficando conhecido como “Acidente do Portão 7”, ocorreu ao final de uma partida entre o Olympiacos e o AEK Atenas, que terminou com vitória do Olympiacos por 6 a 0. O motivo do acidente é bem similar ao ocorrido em Buenos Aires na partida entre River X Boca, que eu contei na série das tragédias (quem não leu ainda, sugiro que leia agora e depois continue aqui). CONTINUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s