SÉTIMA MAIOR TRAGÉDIA DA HISTÓRIA

SÉTIMA MAIOR TRAGÉDIA DA HISTÓRIA:
LOCAL: Port Said, Egito
DATA: 1/2/2012
JOGO: Al-Masry X Al-Ahly
NÚMERO DE MORTOS: 74
NÚMERO DE FERIDOS: 500
.
.
Dia 1 de fevereiro de 2012, era para ser apenas mais um dia comum, dia de rodada do campeonato egípcio e dia de Al-Masry versus Al-Ahly. Infelizmente, este dia acabou entrando para história como um dos mais tristes e lamentáveis da história do futebol. O jogo foi disputado no estádio de Port Said, casa do Al-Masry, que tem capacidade para 17 mil pessoas e fica na região nordeste do país. O acontecimento daquela quarta-feira a noite, foi destaque nos principais jornais do mundo. Com 74 mortos e mais de 500 feridos, até o noticiário dos Estados Unidos, que normalmente é alheio ao esporte, deu grande destaque ao ocorrido. A tragédia ocorreu em uma época de grande insegurança e crise política no Egito, fator que com certeza teve grande contribuição para o ocorrido, principalmente se considerarmos que um ano atrás, o ditador Mubarak havia sido tirado do poder. Tudo começou assim que o árbitro apitou o final da partida, decretando a vitória dos mandantes por 3 a 1 sobre o Al-Ahly. Os torcedores do Al-Masry então, invadiram o campo e partiram para cima de jogadores e torcedores do Al-Ahly. Os jogadores buscaram se proteger nos vestiários, mas a torcida não tinha para onde ir e o fato de alguns portões do estádio ainda se encontrarem fechados, só piorou a situação ainda mais. No dia 20 de fevereiro de 2017, 5 anos após a tragédia, a mais alta corte de apelação egípcia acatou a sentença de morte imposta a 10 torcedores do Al-Masry. Inicialmente o pedido era para 21 torcedores pagarem com a vida, porém a justiça absolveu 11 deles. A decisão não permitia mais recursos e no total 73 pessoas foram acusadas pela tragédia. Entre os que receberam penas pequenas estão nove policiais, o chefe de segurança responsável pelo estádio e o diretor esportivo do Al Masry. Até hoje, esta é considerada a pior tragédia da história do futebol egípcio. Depois da tragédia, o campeonato nacional foi interrompido por 2 anos e a torcida do Al-Ahly jurou vingança ao Al-Masry. O Egito segue tendo uma das torcidas mais violentas do mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s